Como engajar os viajantes na Política de Viagens da empresa



Por Lorena Ávila
Categoria: Política de Viagens

Share this Post





A política de viagens é um documento fundamental para controlar os custos de viagens corporativas. Formal e informal, ele é simples e objetivo e tem como principal objetivo deixar claro para todos os funcionários as regras que deverão seguir quando forem fazer viagens em nome da empresa. Para engajar os profissionais nesta política, selecionamos três dicas bem simples:

1. Comunicação

Não adianta ter uma política de viagens se ela não é conhecida por todos. Por isso, invista em comunicados internos com mensagens chave sobre o documento, como “Atenção ao gasto máximo com taxis”, “Lembre-se: passagens devem ser compradas com mais de sete dias de antecedência” etc. Para isso, utilize a Intranet, e-mails, sistemas de reservas e cartazes em áreas de circulação.

2. Treinamento

A velocidade da informação muitas vezes nos deixa perdido. Por isso, em casos estratégicos para empresas, é necessário investir na redundância. Neste caso, estamos sugerindo, especificamente, que organize rápidos treinamentos focados na Política de Viagens. É uma boa oportunidade de tirar dúvidas e mostrar aos funcionários que cortar custos é bom para todos.

3. Incentivos

Vale a pena pensar em dar incentivos aos funcionários que melhor cumprirem as regras da Política de Viagem. Por exemplo, se o gerente de tecnologia sempre pede as passagens antes do prazo previsto e entrega, na data estipulada, todos os comprovantes de gasto, ele poderia ser um candidato a ganhar um jantar ou algum outro tipo de brinde. Uma forma simples de engajar as pessoas e fazê-las cumprir as regras da empresa.



5 PASSOS PARA UMA BOA POLÍTICA DE VIAGENS


Ter uma Política documentada melhora o controle e engajamento dos viajantes, aumentando a economia em viagens corporativas. Receba nosso guia gratuito:


Receber guia


Continue lendo